Caixão de Tom Parker é carregado por integrantes do The Wanted

Nesta semana começaram a circular imagens na internet com registros fotográficos do enterro do músico Tom Parker, ex-integrante do The Wanted, falecido no mês de março anterior, vítima de um tumor maligno no cérebro, aos 33 anos de idade.

O falecimento do cantor aconteceu no dia 30 de março, um ano e quatro meses após revelar que estava com o tumor, que era um glioblastoma em estágio 4. Na ocasião o cantor emitiu alguns comunicados pelas redes sociais. A banda, que estava em hiato, retornou para algumas apresentações especiais com o objetivo de arrecadar fundos que iriam para a família do músico. Tom deixou, além da esposa, dois filhos: Aurelia Rose, de 2 anos, e Bodhi Thomas, de 1 ano.

Nas fotos, os colegas de grupo Max George, Siva Kaneswaran, Jay McGuiness e Nathan Sykes fizeram o tradicional trabalho de carregar o caixão com o corpo do amigo. Foi feito um cortejo do caixão, em cima de uma carruagem, pelas ruas do bairro Petts Woods, da cidade de Londres, para que os fãs prestassem suas homenagens, até a Igreja Paroquial de São Francisco de Assis.

O momento foi acompanhado pela família do cantor e por amigos próximos. Mas uma grande quantidade de pessoas populares também acompanhou o trajeto do cortejo. De acordo com as informações que foram divulgadas pelo Daily Mail, dezenas pessoas se reuniram do lado de fora do local para acompanhar o funeral, que foi transmitido por um telão.

No momento do enterro, a família do cantor escolheu duas canções do Oasis: “Champagne Supernova” e “Live Forever”, que Parker teria pedido para ouvir com a família, amigos e companheiros de banda pouco antes de falecer.

O momento foi marcado também por discursos, que foram dados tanto pela viúva de Tom quanto pelos integrantes da banda. “Casar com você foi o melhor dia da minha vida.. almas gêmeas, é isso que somos”, declarou Kelsey durante a cerimônia. “Se somente o amor pudesse te salvar, você viveria para sempre”.

“Tom sempre foi um irmão, ele causou um grande impacto desde o início. Seu amor pela música e sua busca pelo sucesso superaram todos nós. Ele nos deixou muito cedo e vamos sentir muito a falta dele”, disse Max George.

Músico morrem em março vítima de um tumor no cérebro.